RESUMO DOS TEMAS DEBATIDOS NO EVENTO EM BRASÍLIA

Representada pelo comandante Paulo Licati, a ABRAPAC esteve presente na 63ª Sessão Plenária do Comitê Nacional de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CNPAA), em Brasília.

O comandante Licati participou da palestra do psicólogo e investigador da NTSB, Malcolm Brenner, que explicou como utilizam os registros de a fala, voz e linguagem nas investigações de acidentes e incidentes.

A apresentação revelou dados animadores, já que o comandante Licati tem dado apoio a um trabalho de doutorado de fonoaudiólogas forenses da UFMG – que possivelmente se transformará em mais uma ferramenta de investigação.

A ABRAPAC está à frente desta iniciativa, cumprindo a função de divulgar e coletar os dados necessários.

Resumo da plenária – Cerca de 50 entidades-membros participaram da 63ª Sessão Plenária do CNPAA. De acordo com o presidente do Comitê, Brigadeiro-do-Ar Dilton José Schuck, “este momento de discussão é muito importante para incrementar a segurança da aviação brasileira e nós contamos com o apoio de todas as entidades-membros para continuar reduzindo o índice dos acidentes aeronáuticos no Brasil”.

A ANAC apresentou sua nova estrutura, com foco para a ASIPAER, uma assessoria de coordenação dos assuntos que dizem respeito ao Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos e à própria ANAC, como o controle das recomendações de segurança, por exemplo.

O Comitê discutiu ainda os seguintes temas: “Helicópteros sob IMC”, “Programa para a prevenção de incursões em pista no ATC”, “Risco da Fauna e Safety Management System – SMS” e o “Treinamento com barreira para o acidente”.  Além disso, os representantes votaram pela inclusão de duas novas entidades-membros (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial – DCTA e Associação dos Tripulantes da TAM) e pela não inclusão da OAB-SP.