COMISSÃO DISCUTE NOVOS MÉTODOS PARA PESQUISA DE FADIGA

fotoreniao20-8

A ABRAPAC esteve presente na reunião da Comissão Nacional de Fadiga Humana (CNFH), realizada no último dia 31 de agosto, no CENIPA, em Brasília/DF. O profissional de safety, Alfredo Menquini, e o gestor de fadiga, comandante Paulo Licati, representaram a Associação no evento.

Também estavam presentes representantes da ANAC, Avianca, Passaredo, ATT, Asagol, Abear, SNA, Tam, Cenipa e Fonoaudiólogas que desenvolvem estudos sobre o tema junto à UFMG.

No evento, foram discutidos os procedimentos de coleta e análise de dados utilizados no desenvolvimento da pesquisa que visa verificar o impacto da fadiga humana de origem central sobre a fala de pilotos.

Os objetivos e métodos do estudo da UFMG foram apresentados no encontro. Concluiu-se que, para isso, será necessário comparar a leitura e a fala espontânea de pilotos em seus momentos de descanso (fala padrão) com a fala desses mesmos indivíduos em dias de trabalho.

Isso demanda algumas questões de gerenciamento junto aos participantes e às empresas aéreas. A contribuição de todos será necessária para que um cenário viável de apresente para essa pesquisa.