PILOTOS DISCUTEM PRÁTICA DO “PAY TO FLY”

ifa-paytofly

Aconteceu em Montreal (Canadá) a reunião do Comitê de Assuntos Profissionais e Governamentais da IFALPA. O Brasil foi representado pelos comandantes Marcelo Ceriotti e Osvaldo Lopes Neto (vice-presidente regional da IFALPA). Ambos são associados da ABRAPAC e diretores do SNA (que cuida de temas governamentais e trabalhistas no Brasil).

O evento discutiu diferentes questões sociais, políticas e econômicas que estão afetando a profissão de piloto em todo o mundo. O destaque da pauta foi o chamado “Pay-to-Fly” (P2F) ou “Self Sponsored Line Training” (“Treinamento de Linha Aérea Autopatrocinado”).

Trata-se de pratica considerada inaceitável pela IFALPA, na qual um piloto profissional conduz um avião em voo regular sem ganhar salário, como pagamento das horas de voo acumuladas. Você pode ver mais sobre isso no site da European Cockpit Association (ECA).

Lembramos que a ABRAPAC conta hoje com um diretor exclusivo para temas ligados à IFALPA, o comandante Luiz Cabralinternational@pilotos.org.br.