RELATÓRIO DOS AERONAUTAS TRARÁ AVANÇOS PARA NOVO RBAC DE FRMS

Uma parceria inédita entre ASAGOL, SNA, ABRAPAC e ATT permitiu a elaboração de um trabalho de cunho 100% técnico que pode melhorar a segurança de voo e a qualidade de vida dos pilotos no Brasil. É o “Relatório FRMS dos Aeronautas”.

Fruto de trabalho conjunto com o Institutes for Behavior Resources (IBR), de Baltimore, nos Estados Unidos, o estudo introduz uma nova metodologia de análise da exposição ao risco da fadiga ao longo da jornada de trabalho. Ela é baseada no modelo biomatemático SAFTE-FAST e reflete o posicionamento técnico e científico das entidades representativas SNA, ABRAPAC, ASAGOL e ATT.

O Relatório dos Aeronautas, contendo suas propostas para o futuro RBAC de FRMS, foi entregue no último dia 18 de dezembro à Gerência de Fatores Humanos da ANAC.

Basta clicar nos links abaixo para acessar a íntegra do relatório e a pesquisa recente sobre fadiga de pilotos na aviação civil brasileira, que teve como um dos autores o comandante Paulo Licati, gestor de fadiga da ABRAPAC:

Assista ao vídeo abaixo e conheça o Relatório dos Aeronautas:

Envie suas dúvidas, críticas ou sugestões: rbac.frms@aeronautas.org.br