ABRAPAC SEDIOU EVENTO DE FADIGA

Foi realizada na sede da ABRAPAC, no último dia 18, a apresentação da pesquisa sobre o impacto da fadiga na voz e na fala, e as formas de usar esse fator na mitigação de acidentes e incidentes. Estiveram presentes a coordenadora do estudo, professora Carla Vasconcelos, o comandante Paulo Licati, da Comissão Nacional de Fadiga Humana do CNPAA, e representantes do CENIPA.

O estudo visa desenvolver um protocolo objetivo para detecção da fadiga humana do tipo central e da sonolência, baseado nos correlatos acústicos de voz, fala e linguagem.
Os pilotos participantes preenchem questionários de índice de fadiga e sonolência e realizam gravação de fala. Todas as informações são sigilosas e é garantida a não identificação do participante.

Os interessados em auxiliar essa importante iniciativa podem saber mais entrando em contato pelo e-mail fonoforense@yahoo.com.br ou pelo WhatsApp (31) 98712-6216.

fadiga18-1