RISCO BALOEIRO NA MIRA DE TODOS

A ABRAPAC segue firme na iniciativa de mitigar o risco dos balões para a aviação civil. Nesta terça-feira, 28/3, tivemos uma produtiva reunião com o coronel Alberto Sardilli, comandante da Polícia Militar Ambiental do Estado de São Paulo. Representaram a Associação o presidente, comandante Aldo Bien, o vice-presidente, comandante Rodrigo Bertacini, e o gestor de comunicação, Paulo Mancha D’Amaro.
A Polícia Militar Ambiental atua de forma incessante no combate ao crime baloeiro em São Paulo. O coronel Sardilli tem mais de 30 anos dedicados à segurança pública, tendo sido, inclusive, comandante da Rota e da Cavalaria da Polícia Militar de São Paulo. Possui amplos conhecimentos da questão baloeira tanto no âmbito dos riscos ambientais quanto do perigo para as aeronaves.
A sinergia entre Polícia Militar Ambiental e as entidades representativas dos aviadores será importante tanto nos aspectos técnicos quanto nos legais.
Nesse sentido, relembramos aos pilotos: é essencial reportar o avistamento de balões sempre que estes ocorrerem. Nosso profissional de segurança operacional também pode fornecer apoio e está a disposição para registrar sugestões, ideias e considerações dos aeronautas. Entre em contato: safety@pilotos.org.br ou (11) 3181-1499.