CAMPO DE MARTE: REUNIÃO BUSCA APOIO PARA EVITAR FECHAMENTO

A ABRAPAC esteve presente no último dia 21 à reunião realizada no auditório da Infraero, em São Paulo, com as principais entidades do setor aeronáutico para debater o futuro do aeroporto do Campo de Marte, ameaçado de fechamento pelo Governo do Estado.

Os argumentos exibidos na mídia pelo governador João Dória foram discutidos e rebatidos um a um, de forma técnica e com a demonstração de dados. A quantidade de acidentes e fatalidades em relação ao tempo e ao número de operações é ínfima, demonstrando que o fator segurança não pode ser usado como argumento para o fechamento do aeroporto.

A relevância do Campo de Marte, comprovada pelos números da Infraero, também recomenda a manutenção do aeroporto. Trata-se do o oitavo mais movimentado aeroporto do país em pousos e decolagens, do qual saem chegam diariamente não apenas voos privados e comerciais, mas também inúmeras operações de transporte médico e de auxílio aos serviços públicos.

Na reunião, foram mostrados dados relativos a outras grandes cidades do mundo, inclusive de países vizinhos, todas elas com um ou mais aeroportos dedicados à aviação geral em suas regiões centrais.

Os fatos deixam claro que a eliminação do Campo de Marte iria na contramão da tendência mundial e das necessidades de São Paulo, afetando diversos setores públicos e privados. Seu fechamento geraria sobrecarga nos demais aeroportos da região e prejuízos consideráveis ao público em geral.

Apoio no Congresso – Esteve presente o senador-eleito Major Olímpio, que demonstrou apoio à manutenção do aeroporto e se comprometeu a levar a causa adiante na sua esfera de ação.

Também compareceram representantes de empresas e entidades como Helibras, Helimarte, JP Martins, Helifly, TAG Aviation, ABAG (Associação Brasileira de Aviação Geral), Abraphe (Associação Brasileira de Pilotos de Helicópteros), SNA (Sindicato Nacional dos Aeronautas) e Abtaer (Associação Brasileira de Táxis Aéreos e de Manutenção de Produtos Aeronáuticos).

Sobre o aeroporto – Campo de Marte encerrou o ano de 2018 com 70 mil operações de pousos e decolagens, mas já chegou a 96 mil operações anuais, antes da crise de 2014. É o oitavo aeroporto mais importante do Brasil e conecta São Paulo a mais de 900 destinos em todo território nacional.

Mais informações com nosso gestor de segurança operacional, Alfredo Menquini – safety@pilotos.org.br