EXERCÍCIO DE ACIDENTE AÉREO EM ÁREA URBANA

Por iniciativa da Defesa Civil de Guarulhos, foi realizado na última semana um exercício “full scale” de acidente aéreo em área urbana. O cenário fictício envolvia uma aeronave Boeing 737 acidentando-se antes do pouso, com vítimas fatais, sobreviventes e feridos.

A operação esteve a cargo do Coronel Waldir Pires, coordenador de proteção e defesa civil municipal, e obteve grande sucesso, sem incidentes e com muitas lições.

Diferentemente dos exercícios restritos ao perímetro dos aeródromos, esta edição enfatizou e exercitou a integração multiagências, com centro de comando único e até regulação hospitalar, facilitando e agilizando a resposta ao evento catastrófico em nível de excelência Internacional.

A ABRAPAC esteve representada pelo renomado especialista em gestão de crises Maurício Pontes, que é associado e coopera com a Associação em assuntos correlatos.

Cooperamos irrestritamente com os órgãos envolvidos, como a Defesa Civil, FAB, CENIPA, Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, Defesa Civil, SAMU, Polícia Militar e Civil, Guarda Civil Municipal, ANAC, Centros de Comando e Controle da Polícia e Bombeiros, entre outros.

Trabalharam conjuntamente no exercício ainda: GRU Airport, Instituto de Criminalística (IC), SMTU, PROGUARU, SIEG, CEPDEC, Secretaria Municipal da Saúde, Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde, SEMA, Grupamento de Policiamento Aéreo, Serviço Aerotático Pelicano (Polícia Civil), Secretaria de Governo da Comunicação Social, Chefia de Gabinete da PMG e Work Fire – Centro de Treinamento em Emergências, que cedeu as instalações para a realização do Exercício.

Esta foi uma grande medida em prol da sociedade, abraçada por uma imensa equipe de “emergency responders”, que se destacam pelo imenso esforço de gerenciamento de crises.