ABRAPAC PRESENTE AO 3° WORKSHOP DE SEGURANÇA OPERACIONAL DA ASAGOL

O presidente da ABRAPAC, cmte. Paulo Licati (em pé), durante debate sobre o RBAC 117

(Com informações da Asagol) Começou ontem em São Paulo o 3° Workshop de Segurança Operacional da ASAGOL, com participação de especialistas nas áreas de saúde, segurança e legislação. O foco foi no aeronauta e nas particularidades da profissão.

Esteve presente o Brigadeiro do Ar Frederico Alberto Marcondes Felipe, chefe do CENIPA, que discorreu sobre fadiga, incluindo seus efeitos, categorias, fatores de influência e a importância de ações para mitiga-la. Também citou fatores operacionais e pessoais que geram fadiga nos tripulantes, além de seus efeitos na atenção, memória, humor, tempo de resposta e comunicação, principalmente em situações de emergência. Os problemas da automedicação foram igualmente tratados.

O comandante Tulio Rodrigues trouxe mais dados do projeto Fadigômetro e analisou erros dos pilotos, conforme registrados pelo FOQA, e a relação dels com as variáveis associadas à fadiga humana.

ABRAPAC esteve representada por seu presidente, o comandante Paulo Licati, que participou de uma mesa redonda sobre o RBAC 117. Estavam presentes ainda o comandante Adriano Castanho (ex-presidente do SNA) e a doutora Cíntia Yoko Morioka (especialista em medicina aeroespacial).