Fadiga: CNFH se reúne em São Paulo

(Fonte: Asagol) A Comissão Nacional de Fadiga Humana (CNFH) reuniu-se na quinta-feira (08) em São Paulo, na sede da ATL. Tendo como destaque da pauta o gerenciamento dos riscos da fadiga, o encontro trouxe abordagens de aeronautas, empresas e gestores sobre o tema.

As apresentações tiveram início com o actígrafo em formato de Smartwatch da empresa EZ-Rest, voltado ao monitoramento preditivo da vigília/sono.

O sistema traz como principal recurso a capacidade de mapeamento do nível de cansaço e dados do sono, permitindo o gerenciamento dos níveis de fadiga.

FRMS na linha aérea

Mais uma vez presente a uma reunião da CNFH, como membro e palestrante, a Azul atualizou a Comissão sobre a implementação do sistema de gerenciamento da fadiga na empresa.

Representada pelo Cmte. Caio Garcia, a empresa vem dando um importante feedback à comunidade aeronáutica sobre questões como cultura organizacional, cultura de segurança operacional, confiança entre empregado e empregador, funcionamento dos sistemas para reporte e montagem das escalas de voo.

A Azul tem se destacado pela transparência nos processos relativos à implementação do FRMS, apresentando dados estatísticos a partir dos quais ela tem norteado o trabalho do setor de fatores humanos.

Fadigômetro

O Cmte. Tulio Rodrigues, pesquisador e porta-voz científico do Fadigômetro, trouxe aos presentes uma visão geral do projeto e dos resultados obtidos com os dados coletados até o primeiro semestre deste ano.

Comprovando a assertividade da iniciativa que, cabe ressaltar, é pioneira em todo o mundo, os indicadores analisados têm se mostrado adequados à quantificação do risco da fadiga com foco nas recomendações de segurança para sua mitigação.

Com o Fadigômetro se consolidando a cada dia, o próximo passo do projeto será a apresentação na sessão plenária do Comitê Nacional de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CNPAA), que acontece em novembro deste ano. O pedido foi feito pelo Cmte. Tulio durante a apresentação e chancelado pela CNFH.

Manual de investigação da fadiga

O encontro encerrou-se com a apresentação do cronograma de revisão do Manual de Orientações para a Investigação da Fadiga Humana em Ocorrências Aeronáuticas, também realizada pelo Cmte. Tulio. A previsão de finalização dos trabalhos é fevereiro de 2020.

Participaram da reunião da CNFH, presencialmente, ABEAR, ABRAPAC, ASAGOL, ATL, Azul, Faculdade de Saúde Pública da USP, LATAM, SNA, Sociedade Brasileira de Medicina Aeroespacial e SRPV-SP. ANAC, CENIPA, Modern e Vale participaram via web.